Conheça Donaldson Nukunu Sackey, o jogador de futebol togolês que lançou sua própria criptomoeda - Togo First

ad-midbar
ad-midbar
ad-midbar
ad-midbar

(Togo First) - Após um investimento massivo de $ 1.5 bilhão em Bitcoin por Elon Musk, CEO da Tesla, o preço desta moeda virtual recentemente subiu acima de $ 50,000. Este é um bom momento para apresentar Donaldson Sackey, um jogador de futebol internacional, empresário, estilista e arquiteto togolês. Sackey, na casa dos 30 anos, lançou recentemente sua criptomoeda.

Por que lançar sua criptomoeda? Que desafios envolvem as criptomoedas, sabendo que a maioria dos bancos centrais do mundo, especialmente na África, reluta em adotá-las? 

As criptomoedas podem ser uma maldição ou uma ameaça para as economias africanas? Nesta entrevista, o jovem empresário togolês dá a sua opinião sobre o assunto. 

Togo primeiro: quem é Donaldson Nukunu Sackey?

Donaldson Nukunu Sackey: Donaldson Nukunu Sackey é um empresário que possui vários negócios na Europa e na África. Ele é o CEO da Timeless Capital Technology.

Ele também foi um jogador de futebol profissional e internacional do Togo. Graças ao seu trabalho, ele apareceu duas vezes na revista Forbes e uma vez na Forbes 30 Under 30.

Togo First: Você era um jogador de futebol, um internacional togolês. Como você deixou de ser um jogador de futebol para lançar sua moeda digital? O que o levou a fintech? 

DNS: Acredito que à medida que crescemos, aprendemos muitas coisas. Alguns deles podem nos servir mais tarde em nossas vidas. Sempre me interessei por tecnologia. Meu pai era um cientista da computação e me influenciou muito. Aos 12 anos, quando tinha um tempo livre, consertava os computadores dos meus colegas. Mais tarde, frequentei a escola de negócios e, paralelamente à minha carreira no futebol, comecei a estudar ciência da computação na Universidade de Ciências Aplicadas. Acho que aprendemos muito em nossa vida que aplicamos quando chega a hora. Para mim, lançar uma criptomoeda dedicada ao Togo é um serviço prestado ao país.

TF: Em setembro passado, você lançou sua criptomoeda, a Timeless Capital Coin. Qual é a particularidade desta nova moeda digital?

DNS: The Timeless Capital Coin é uma criptomoeda que é alimentada por um ecossistema de ferramentas e serviços baseados em Blockchain, projetado para empresários de países em desenvolvimento na África e em outros lugares. Ele permite que os empresários convertam dinheiro em criptomoedas. Isso pode ser uma bênção para os países africanos; ajudará os governos a superar as principais barreiras ao desenvolvimento, como inflação alta, peculato e corrupção. 

O que é especial sobre a Timeless Capital é que ela terá um banco físico de criptomoedas no futuro. Dessa forma, os clientes poderão converter sua criptomoeda em dinheiro ou comprá-la do Timeless Capital Cryptocurrency Bank. Nossa moeda será patrocinada por várias empresas e também será estabelecida como meio de pagamento.

Também planejamos abordar questões sociais, especialmente no Togo, criando escolas e programas de tecnologia de blockchain.

TF: Qual é o valor da Timeless Capital Coin no mercado de criptomoedas hoje?

DNS: A Timeless Capital Coin atualmente vale $ 0.10 no mercado, mas estamos trabalhando para aumentar seu valor para, pelo menos, $ 1 nos próximos anos. Claro, você nunca sabe, pode até exceder nossas expectativas.

TF: Com Timeless Capital Coin, você pode tornar o “sonho africano” uma realidade. Como poderia esta moeda baseada em Blockchain ajudar jovens empreendedores africanos, em particular togoleses, para quem o acesso ao financiamento é um verdadeiro aborrecimento?

DNS: A África, que tem uma das maiores populações do mundo, ainda está lutando para explorar sua economia digital. Não há dúvida de que o potencial é enorme, já que mais da metade da população tem menos de 25 anos. Nosso objetivo é treinar esses jovens em criptomoeda e permitir que eles aprendam sobre ela.

Muitas pessoas na África usam mais de um telefone e não têm conta em banco, então por que não usar esse recurso para criar uma plataforma com um sistema bancário? Isso permitiria aos empresários na África, incluindo os do Togo, aproveitar sua economia digital.

306264ca81514c18b9e07f22d4de5d3 L

TF: Sobre sua criptomoeda, você sugeriu que pode ser a bênção que a África precisa para superar problemas como desvio de fundos públicos e corrupção. O que você quer dizer exatamente com isso? 

DNS: Se estamos falando de um sistema Blockchain, não é apenas criptomoeda, é mais a tecnologia por trás dele. A tecnologia Blockchain pode permitir que pessoas que não estão conectadas a serviços bancários acessem recursos que podem estar inacessíveis para elas.

Por exemplo, as pessoas teriam acesso a novas formas de economizar dinheiro, pagar suas contas, etc. Outros poderão solicitar empréstimos, vender seus produtos e serviços e criar seus recursos para conquistar outros nichos em suas comunidades, por meio do Blockchain descentralizado aplicativos baseados em

306264ca81514c18b9e07f22d4de5d L

TF: O aumento das criptomoedas nos últimos anos levantou muitas preocupações sobre o crime cibernético. No Togo, por exemplo, vários grupos criminosos foram desmantelados. Como as pessoas podem se proteger contra golpistas cibernéticos neste contexto? 

DNS: Timeless Capital foca muito no ensino de tecnologias Blockchain. Vamos treinar pessoas para identificar golpes facilmente. Essas coisas acontecem quando há falta de conhecimento sobre criptomoeda. Não podemos culpar as próprias criptomoedas, porque os golpes acontecem em todos os lugares.

TF: Qual é a sua visão do mercado de criptomoedas e Blockchain na África nos próximos anos?

DNS: As criptomoedas já existem há mais de uma década, mas o que está impulsionando o cripto-renascimento da África hoje? Isso tem a ver com diversos fatores, como a capacidade dos africanos, em matéria de finanças, de implementar mudanças tecnológicas modernas. Na África, o setor de tecnologia avançada se desenvolveu, e isso é particularmente verdadeiro nos países subsaarianos. A África será um dos continentes mais fortes em relação ao mercado de criptomoedas, pois as moedas digitais significam mais liberdade para muitos. 

Como togolês, vejo muito potencial para este país porque a criptomoeda ainda não está difundida na África Ocidental. Se olharmos para empresas de dinheiro móvel como a M-Pesa, que opera desde 2007 e agora domina o mercado de dinheiro móvel, acho que devemos estar sempre abertos a inovações em seus estágios iniciais, em vez de ser retardatários.

A tecnologia de blockchain ou criptomoeda é o futuro da África. Facilita ou melhora a infraestrutura digital. Precisamos esperar até que esteja bem estabelecido na Europa, nos Estados Unidos, na Ásia antes de adotá-lo?

Fonte de notícias

fundo do anúncio
fundo do anúncio
fundo do anúncio
fundo do anúncio

SEM COMENTÁRIOS